Marketing integrado melhora o desempenho das empresas
Blog

Trabalhar com marketing integrado melhora o desempenho das empresas

Trabalhar com marketing integrado melhora o desempenho das empresas

Reunir diversas funções do marketing em uma estratégia é ideal para quem busca eficiência

Em um mundo cada vez mais conectado em que as pessoas têm maior facilidade em acessar qualquer tipo de informação, é importante que eficiência seja a palavra de ordem para quem quer impactar um público online. No caso das empresas que buscam esse objetivo, uma estratégia de marketing integrado é o diferencial para aumentar seu desempenho.

Claro que, como o próprio nome diz, essa integração das estratégias de marketing deve contemplar também o mercado offline. Mas o digital, hoje, é o mais evidente e com maior grau de complexidade para ser executado.

O “integrado” deste termo, a propósito, é literal, então quando falamos em marketing integrado, queremos falar sobre o alinhamento de várias funções do marketing para um mesmo objetivo. Isso demanda a sincronização de todos os departamentos de uma empresa com o marketing (e com a agência que pode estar à frente desse projeto).

Essa conversa mais consciente entre todos os departamentos ajuda a todas as campanhas, em todos os tipos de comunicação, a falarem a mesma língua. O nome disso é eficiência.

Uma empresa eficiente gasta menos tempo e menos recursos na busca por resultados. Uma comunicação mais eficiente traz mais resultados. A matemática é favorável a esse tipo de estratégia.


Entendendo o marketing integrado

A melhor amiga do marketing integrado é a agência full service. Ela pode executar todos os passos necessários para essa ideia dar certo.

Mas, afinal, como funciona essa ideia? Como já falamos, ela consiste no alinhamento de todas as estratégias que contemplam a divulgação de uma marca. Isso tem que incluir todos os canais em que ela será feita. Todos mesmo. E sempre de forma consistente, usando a mesma linguagem. É essa linearidade de comunicação que leva ao consumidor a certeza de que está vendo uma única marca e que ela sabe o que está propondo.

Essa conversa clara, sem ruídos entre uma peça e outra, melhora a experiência do usuário desde antes da decisão de compra. Mas também acompanha toda a jornada dele como cliente, já que isso vai impactar também nos meios de venda, como ecommerces, por exemplo, e no pós-venda, com relacionamento.

Chegar a esse tom de voz não é simples como receita de bolo, mas também não é de extrema dificuldade. Não é preciso verbas astronômicas ou planejamentos que fogem ao convencional. É necessário, apenas, que haja uma integração contínua entre todos os pontos de contato.

O exercício é diário e para sempre, analisando métricas, testando, errando e aprendendo.


Quais são as vantagens?

Além dos benefícios já citados, como a identificação imediata de sua marca pelo cliente, são vários os pontos que podemos colocar como vantajosos numa estratégia de marketing integrado. Vamos analisar alguns deles.

 Ser referência

Investir no marketing integrado é um dos melhores pilares na construção de uma imagem forte. O caminho fica mais curto, porém mais estruturado. A explicação para isso é fácil: as mensagens transmitidas em uma mesma voz se tornam mais assertivas. Assertividade é sinônimo de coesão nesses casos e isso é algo muito valorizado entre os consumidores. A sensação de segurança cria vínculo.

 Gerar mais leads

Ter mais pessoas interessadas no seu negócio está diretamente ligado ao item anterior e tem a mesma explicação. A comunicação mais eficiente melhora a percepção do público com relação ao que está sendo apresentado. Isso gera mais interesse e desejo.

 Onipresença

Integrando as equipes e unificando as estratégias e campanhas, fica mais fácil identificar quais os canais para se fazer presente. A partir daí, a ideia é estar onipresente em todos os locais em que sua persona está. Seja com um outdoor no bairro frequentado pelo público-alvo ou na rede social que é mais a cara dela.


 O marketing integrado na prática

Na prática, o marketing integrado vai unir todas as campanhas de publicidade, todas as propagandas e os meios em que elas estão, sejam on ou offline, toda identidade (auditiva, visual etc.), tom de voz e objetivos. A conversa precisa ser exatamente a mesma em todos os lugares em que o público vai ter contato com a marca. Isso pode valer para o cartaz num ponto de venda ou para a loja virtual. Para o post do Instagram ou o anúncio de página inteira do jornal de domingo. Seja na mensagem de dúvida no inbox do Facebook ou na reclamação sobre a experiência não tão agradável pelo SAC depois de adquirir um produto.

Não importa, a comunicação é a mesma.

Um exemplo prático: eu quero comprar óculos de sol e sou impactada por um anúncio no story do meu Instagram. Gostei, abri e fui para o site. Não estava com tempo de ver tudo e deixei o plano em stand by. Por coincidência, no dia seguinte, estava lendo uma revista de moda e vi um anúncio de óculos. Pelas cores, percebi que era a mesma marca que me apareceu no Instagram. Gostei da proposta e lá estava o endereço de uma loja no shopping ao lado de onde eu estava. Fui até lá e comprei o que queria. Duas semanas depois, infelizmente, ele quebrou por um defeito de fabricação. Liguei na central pelo número que achei no site. Eles pediram meus dados e que eu o enviasse pelo correio, o que seria mais rápido para mim do que voltar a alguma loja física. Fiz isso e, depois de 10 dias, eles me enviaram um novo, em casa, com uma cartinha de pedido de desculpas e um vale para novas compras. Feliz com a experiência, fui até o Facebook e fiz uma boa avaliação.

Percebe a quantidade gigante de canais citados nesse exemplo? Isso é marketing integrado. Toda sua comunicação coesa e a preocupação da empresa com o cliente fizeram com que a jornada de compra, mesmo com um percalço no meio do caminho, fosse incrível. É por isso que todos devem estar preocupados em falar a mesma língua e saber como a empresa quer ser percebida por suas personas.


Solicite um Orçamento