O Mundo de encanto do Marketing Sensorial - Posts Alquati
Blog

O Mundo de encanto do Marketing Sensorial

O Mundo de encanto do Marketing Sensorial

Você já deve ter se perguntado como algumas empresas se tornam extremamente conhecidas e conquistam clientes fiéis, não é mesmo? Será que é por causa de comerciais de TV com investimentos milionários, um design arrojado, outdoors espalhados por toda a cidade?  


Sim, e não, pois essas mídias citadas, podem trazer algum um retorno significativo para a marca, mas iremos além. E o segredo de muitas marcas conquistarem seguidores assíduos, pode ser mais simples do que você imagina: visão, tato, olfato e paladar, ou como é mais conhecido, o Marketing Sensorial.

O que é Marketing Sensorial:

É uma vertente do Marketing Tradicional que tem como objetivo atingir o subconsciente dos consumidores, alcançando um dos cinco sentidos humanos (ou todos eles) com ações que resultam na experiência dos clientes com a marca, e por fim, resultando na compra.

É uma afirmação bastante comum na realidade dos “marketeiros”, que uma comunicação só possui sucesso quando causa desejo e instiga o público-alvo. Sendo assim, esse é o foco principal de todas as marcas que buscam atingir, conquistar e fidelizar seus clientes, através das mais diversas mídias.

Dica secreta:

Nada causa mais conexão e memorização do que aguçar os sentidos humanos diante da marca especialmente provocando alguma emoção. Pois na maioria dos casos, o que motiva um cliente a realizar a compra são os seus sentidos mais primitivos, ou seja, necessidade ou desejo. E esses sentidos são ativados pelo cérebro resultando em emoções e logo, em ação.

Você não sabe por onde começar? A Alquati te dá uma ajuda:

Visão no Marketing Sensorial: Agrade os olhos dos seus clientes! O estímulo visual é um grande fator no comportamento de compra dos consumidores da sua marca. E esse fator pode ser explorado, além de produzir uma comunicação harmoniosa visualmente, a iluminação, cores, disposição dos móveis, decoração e outras informações que o consumidor irá entrar em contato assim que adentrar ao seu estabelecimento.  


Audição no Marketing Sensorial: Quem não gosta de ter músicas boas aos ouvidos? Quando você tem um local onde o seu consumidor irá encontrar os seus produtos/marca, é imprescindível conhecer quem é o público-alvo e que música ele gosta de ouvir. Clientes não ficam por muito tempo onde não estão se sentindo confortáveis. Com sua música favorita tocando, além de ficar cantarolando, nem percebe o tempo passar não é mesmo?


Olfato no Marketing Sensorial: Ao se deparar um com aroma, vários sentimentos e emoções podem ser desenvolvidos. Inclusive, trazer ou causar lembranças. Quer um exemplo? Sabe um perfume que você pode sentir em qualquer lugar e acaba lembrando uma pessoa que usava este perfume anos atrás? Ao estimular o olfato no momento da compra, é possível que o cliente crie uma memória sensorial naquele instante. Memorização. Sempre lembrará do “cheiro da sua marca”. Uma dica é criar um aroma exclusivo para que aquele cheiro seja apenas seu, e o seu cliente irá identificar esse diferencial.


Tato no Marketing Sensorial: É primordial gerar experiência e por isso seus clientes devem ter contato não só com o seu produto, mas com todo o ambiente que está ao seu redor. Tapete felpudo, sofás e poltronas confortáveis e copos diferenciados para beber água, são alguns dos diversos exemplos que podem causar uma experiência extremamente positiva na hora da compra.


Paladar no Marketing Sensorial: Não é por que a sua empresa não é do ramo alimentício que não pode explorar este sentido humano. Clientes com fome não irão permanecer muito tempo comprando o seu produto. Um biscoito, café, chá, cervejas ou outras bebidas e comidas que correspondem ao seu público-alvo, farão com que eles permaneçam por mais tempo e voltem sempre ao seu estabelecimento.


E por fim, como começo uma estratégia de Marketing Sensorial?

O primeiro passo para aplicar o Marketing Sensorial na sua marca, independente de qual sentido você gostaria de aguçar, é conhecer o seu público-alvo e entender os gostos e rotina desse público. Assim, você pode caprichar na iluminação do ambiente, colocar as músicas que ele mais gosta, desenvolver um aroma exclusivo e que irá agradá-lo, investir no conforto na hora da compra e por fim, não o deixar com fome.


Quanto mais feliz e confortável o seu cliente estiver, mais chances de ele escolher a sua empresa e consumir o seu produto. Agora que você já sabe como aplicar o Marketing Sensorial no seu negócio, é só aguardar os retornos positivos.


Gostaria de conhecer cases de sucesso de marcas que utilizaram o Marketing Sensorial, e como aproveitaram dos sentidos humanos? Deixe nos comentários.


Ficou com alguma dúvida? Entre em contato e vamos conversar.


Solicite um Orçamento