Desvendando o marketing de conteúdo
Blog

Como atrair leads com marketing de conteúdo

Desvendando o marketing de conteúdo: como atrair leads com informação

Essa ferramenta é inerente ao marketing digital e obrigatória para quem busca engajamento

O marketing de conteúdo é uma estratégia inerente ao marketing digital. É com ela que se produz materiais ricos que engajam melhor as personas. Assim como qualquer outra ferramenta, essa tem por objetivo aumentar a rede de potenciais consumidores de uma empresa, mas, mais que isso, também é uma valiosa opção para atrair os olhares, criar reputação ou aumentar o desejo das pessoas.

Ele também melhora o relacionamento com os leads e clientes, pois leva a eles informação sobre o mercado, seu segmento e sua empresa. Para isso, todo esse conteúdo precisa ser pensado em sua persona, no que ela gosta e o que ela busca. E sempre com muita clareza e honestidade.

Seguindo essas “exigências”, sua marca gera confiança em quem está consumindo esses materiais. E vamos combinar que confiar em uma empresa é fundamental para criar boas relações e fidelização.

Algumas pesquisas recentes conseguem comprovar isso. Segundo levantamento da Content Trends, maior do Brasil sobre Marketing de Conteúdo, as empresas estão se rendendo a isso – e gostando. Veja:

• Cerca de 70% das empresas brasileiras já adotam essa metodologia na busca por clientes;

• Entre elas, 60% se consideram moderadamente ou muito bem-sucedidas com essa estratégia;

• 83,4% delas querem gerar mais leads;

• Quem faz conteúdo recebe, em média, 1,3 vez mais visitas;

• O número de leads gerados sobe 140%;

• Quase 70% de quem produz conteúdo busca engajamento.


Como fazer um bom marketing de conteúdo

A resposta para essa pergunta não é tão curta, mas o spoiler é: marketing de conteúdo não é apenas escrever um post para blog ou Instagram. A estratégia é muito maior e, se não for aplicada por inteira, não vai dar os resultados desejados.


Antes de saber como fazer, vale lembrar onde ou com o que fazer:

Blogs;

• Conteúdos ricos disponíveis no site (como e-books ou infográficos);

Redes sociais;

E-mails marketing;

• Vídeos (para todos os meios).


O marketing de conteúdo é criado a partir de materiais, não apenas textuais, ricos, de qualidade e que zelem pela autoridade da marca.

Seu principal objetivo deve ser o de educar suas personas sobre assuntos pertinentes à sua marca. Os materiais ricos precisam conter informações, explicações, curiosidades, dados, enfim, conteúdos de interesse da persona.

Eles podem falar sobre seus produtos e serviços, sobre o segmento em que atua, o mercado de maneira geral ou qualquer coisa que engaje seus futuros leads. Isso se dá ao fato de que clientes mais bem informados demoram menos tempo para tomar decisões de compra.


Conheça o inbound marketing

Dentro do marketing de conteúdo, existe uma das principais estratégias do marketing digital, o inbound marketing. Na verdade, fica difícil saber se o inbound faz parte do marketing de conteúdo ou vice-versa.

O inbound marketing é uma das principais estratégias de venda que se conhece. Ele convence o cliente que ainda não sabia que precisava de seus serviços ou produtos.

É com ele que se atinge os leads de maneira sutil e assertiva. Para usar essa estratégia, é preciso criar conteúdo de qualidade, que gere interesse do lead pelo tema.

O inbound funciona por meio do conceito do funil, com três fases: o topo, meio e o fundo do funil. No topo, são as pessoas que ainda estão descobrindo o problema. Chegam ao meio buscando solução. E, no fundo, querem conhecer sua solução.


Veja esse exemplo

Temos um exemplo bem singelo que sempre usamos aqui na Alquati. Existe uma pessoa que sabe que está com um vazamento em sua casa, mas ainda não sabe o que pode estar acontecendo. E muito menos sabe que pode existir uma solução específica para aquele tipo de problema.

Caso essa pessoa vá procurar na internet sobre algo que está acontecendo em sua casa, no topo do funil, as buscas são como:

“motivos de vazamento”

“por que o encanamento está vazando”

“vazamentos na cozinha”

Sua empresa pode ser a resposta. Se ela gostou do seu conteúdo, provavelmente vai continuar buscando informações sobre o problema. E assim você pode dar novas respostas, no meio do funil:

“encanamento antigo pode ser problema de vazamentos”

“pressão da água pode romper tubulações”

Enfim, pode-se ensinar alguns porquês sobre essas situações. Depois, quando o lead já souber o que pode estar acontecendo em sua casa, vai precisar de solução. Seu produto e/ou serviço será essa solução e você mostrará no fundo do funil.

“adesivo para vazamentos”

“conserto de vazamentos em apenas 1 hora”

“troca de tubulações sem sujeira”

Esses são, claramente, exemplos superficiais. O inbound se faz com pesquisa e total entendimento de público. As palavras-chave corretas vão determinar quais serão essas perguntas, os títulos e conteúdos das campanhas.


Importância do SEO

O SEO (search engine optimization – ou otimização de mecanismos de pesquisa, em português) nem deve ser considerado uma estratégia, mas sim uma ferramenta essencial dentro do marketing de conteúdo. Hoje em dia, fazer um conteúdo e não ser visto é perda de tempo e dinheiro. Para ser visto, no entanto, atender aos critérios do SEO é a melhor opção.

O uso de palavras-chave é o começo de tudo, pois ela é o que liga os conteúdos às buscas mais efetuadas no Google. Para isso, é preciso entender, assim, quais as buscas estão relacionadas com sua marca. Esse ponto, porém, é assunto para outro post.


E quais os benefícios de investir no marketing de conteúdo

Cada empresa pode sentir os benefícios dessa estratégia de uma maneira diferente. O que garantimos é que são muitos. Vamos elencar alguns:

1) Educar o mercado

Mesmo que seu mercado não seja complexo, o seu público não tem obrigação de saber tudo sobre ele. Se o segmento for muito técnico, a importância de falar a respeito se faz ainda maior.

Se o conteúdo for realmente bom, a autoridade vem organicamente. Com isso, só cresce a satisfação dos clientes, pois eles podem ter consciência total do seu produto e como utilizá-lo antes de decidirem comprá-lo – e provavelmente vão escolher sua empresa por já saber o que oferece e como se posiciona.

2) Aumentar visitas

Produzir conteúdo relevante, seguindo as boas práticas de SEO é a melhor forma de aparecer, principalmente para o Google, como já vimos acima. Sendo mais visto, é natural que o tráfego de suas páginas aumente.

3) Gerar reconhecimento (brand awareness)

Quanto mais sua marca for vista e relacionada a bons conteúdos, mais ela será lembrada. As pessoas costumam comprar mais de marcas que lhes são familiares e que agradam de alguma forma. E essas mesmas pessoas são as que mais indicam, aumentando o conhecimento e percepções positivas sobre a marca.

4) Aumentar engajamento

Oferecer conteúdos sinceros e interessantes cria relacionamento. O cliente se sente grato por ter informações sobre o mercado, segmento, produtos e serviços, entre milhões de outras coisas que podem ser oferecidas pelas marcas sem a intenção direta de simplesmente vender algo a ele. Isso ajuda no relacionamento, que tende a ser cada vez mais próximo se a empresa se abre para essas conversas ricas.

É assim que se ganha brand lovers, evangelizadores etc.

5) Gera leads e vendas

Embora vender mais seja o objetivo número um da maioria dos negócios, essa não precisa ser a principal recompensa do marketing de conteúdo e, por isso, ficou por último na nossa lista.

Ainda assim, depois de tudo o que já falamos, parece óbvio que essas pessoas engajadas e bem nutridas se tornem leads em potencial. E que tenham uma intenção de comprar muito maior do aquele consumidor que mal ouviu falar com sua marca, não é?

Ah, e com o detalhe de que eles chegaram com custo a quase zero, já que um bom conteúdo se dissemina organicamente.


Solicite um Orçamento